Estilo
Crônica

Uma semana de sufoco e incompetência

09 de Junho de 2018 - 11h04 Corrigir A + A -

Por Joari Reis

A população brasileira passou uma semana angustiada em razão da paralisação dos motoristas de caminhões, uma categoria que se mostrou unida e forte, à mercê de governantes que demoraram a resolver uma situação provocada por dirigentes sem capacidade de gerir a economia de um país sem ferrovias. Felizmente um diálogo trouxe a satisfação aos grevistas e a calma às famílias brasileiras.

O governo e os políticos ignorantes e de pouca capacidade só demonstram força quando afastam do poder alguém que não matou e não roubou e sempre esteve ao lado dos trabalhadores e dos pobres neste país de muito desemprego e corrupção.

Também foi a corrupção denunciada pela imprensa espanhola que levou à queda o governo do conservador Rajoy. No dia seguinte, um jovem economista, pai de dois filhos, jurou, diante do rei, honrar a confiança de seu povo, após diálogo feito possível pelo apoio de vários partidos. O importante era salvar a democracia.

A maratona do Rio
Foram quase 40 mil atletas de todas as idades que, divididos em dois dias e várias categorias, largaram e percorreram o asfalto e os belos cenários da Cidade Maravilhosa. Era a Maratona do Rio.

No sábado, largaram para a Meia-maratona e, no domingo, a Maratona de 42 quilômetros. O meu filho maratonista fez as duas provas. Trouxe três medalhas: uma pela Meia-maratona, outra pela Maratona e uma terceira pela participação. Nós vimos e a família ficou feliz com as conquistas!

2ª Festa do Doce Colonial
Será neste domingo a 2ª Festa do Doce Colonial, tradição que se deve às lembranças, quando Morro Redondo e Pelotas eram apenas uma cidade. O ônibus lotado pela Terrasul vai nos levar ao Morro dos Amores para confraternizar com aquele povo alegre e trabalhador.

Comentários Comente

REDES SOCIAIS

Diário Popular - Todos os direitos reservados