Estilo
Crônica

Quando o sonho acontece

07 de Abril de 2018 - 06h05 Corrigir A + A -

Por Lisiani Rotta

As estradas que ligam os sonhos à realidade são longas e pedregosas, mas, também, cheias de personagens e histórias que tornam o caminho tão especial quanto o momento sonhado. Quando alguém dá vida a um sonho leva consigo todos os que sonharam junto. Os velhos momentos renascem, as dificuldades vividas divertem e a cumplicidade dos que fizeram parte do caminho se transforma numa inexplicável energia. Quando um sonho se realiza, acorda os sonhos a sua volta e redobra as forças para conquistá-los.

Quando um filho realiza um sonho, revivemos aquela sensação, da maternidade, de que descobrimos o sentido da vida. Vê-lo vencer a sua própria luta e o flash back do trajeto percorrido trazem à tona sentimentos tão profundos, que nublam um pouco a razão. E quando, do topo mais alto do sonho, seu filho diz que a melhor parte de tudo é sentir a felicidade dos amigos, percebemos que muito mais do que um sonho foi realizado.

Gratidão é um sentimento raro. Mas, quem é capaz de senti-lo conhece bem o poder que ele tem de potencializar a alegria. Nada acontece num piscar de olhos nem se faz num único instante, trata-se de uma longa viagem feita de mãos dadas. Por isso, o momento é tão feliz. Não existe felicidade sem amigos. Não existe conquista sem amigos. Não existe vida sem amigos. Nem mesmo o amor sobrevive à falta de amizade.

Só essa mistura perfeita de afinidade, admiração, generosidade e empatia consegue o milagre de dividir a dor e multiplicar a felicidade. Quando alguém alcança um sonho, sem dúvida, todos os seus amigos estão a bordo.

Neste domingo não será o show de estreia de nenhum integrante da banda, mas será o primeiro da nova turnê Desde aquele dia, aqui em Pelotas, lugar onde o mais novo integrante, o guitarrista Felipe Rotta, cresceu e fez os melhores amigos que alguém poderia ter. Sim. A noite promete. Não apenas pela música maravilhosa de Humberto Gessinger, um dos maiores compositores deste país, ou pela performance do power trio que conquista cada vez mais fãs pelo Brasil com o seu talento, criatividade e dedicação. Mas, também, porque os aplausos virão de mãos que brincaram, jogaram e tocaram juntas pelas ruas desta cidade.

Será, com certeza, uma noite de muita emoção. Sejam muito bem-vindos Humberto Gessinger, Rafael Bizonho e Felipe Rotta. Vocês estão em casa. Domingo, às 20h, no Theatro Guarany.

 

Comentários Comente

REDES SOCIAIS

Diário Popular - Todos os direitos reservados