Estilo
Crônica

De Viena a Pelotas? Está na hora da grande música

13 de Janeiro de 2018 - 10h22 Corrigir A + A -

Por: Joari Reis

Ao contrário de anos anteriores, não vi pela TV um concerto de Natal gaúcho. O que tive o prazer de ver foi um concerto de mais de duas horas da Filarmônica de Viena, uma das mais antigas e mais importantes orquestras sinfônicas. Dedicada à família Strauss, os fantásticos músicos executaram joias de Johann Strauss, diretor dos bailes da corte vienense, compositor de 14 polcas, 28 galopes, 15 quadrilhas e 146 valsas, além de marchas como a de Radenztky, a última do programa marcada com palmas em uma noite magnífica que teve também seu filho Johann II, cuja apresentação de O Danúbio azul fez as lágrimas da plateia jorrarem.

Família de filósofos, políticos e intelectuais, os Strauss deixaram uma marca indelével, entre outros, com Oscar Strauss, autor de Sonho de valsa e a música do filme La ronde, de 1950; e Warner Strauss, ator do cinema bávaro. Da família não podemos deixar de lado o patriarca Richard Strauss, autor de Assim falou Zaratustra usada em 2001, uma odisseia no espaço, de Stanley Kubrick.

O 8º Festival Internacional de Música
O mais importante acontecimento artístico musical de Pelotas oferecido pelo Fecomércio e o Sesc está em sua oitava edição. O Festival Internacional Sesc ocorre de 15 a 26 deste mês, homenageando os 100 anos do Conservatório de Música. Irá oferecer 50 espetáculos gratuitos, um presente à população de Pelotas que tem aplaudido a música erudita apresentada por professores e amadores da música, estudiosos do Brasil e exterior que farão apresentações em vários locais do município, no Centro, em bairros e em comunidades civis e religiosas, espetáculos que certamente irão contagiar a população que ama a grande música e sempre vibra e se emociona durante os eventos.

Serão concertos de música de câmara, recitais de alunos e de cantores líricos, núcleos de instrumentos de cordas e percussão.

Uma singular atração do evento é a presença de artistas de várias nacionalidades, instrumentistas vindos da Alemanha, França, Bulgária, Itália e da nossa vizinha Argentina. Não deixe de comparecer. Prestigie. Retire os seus convites e participe!

O doce pão de mel de Pelotas
Uma panificadora da cidade está produzindo um delicioso pão de mel com cobertura de chocolate. Nestas tardes de verão na hora do chá das cinco nada melhor do que um chá gelado com um bolo de mel. Uma boa ideia nestes dias de calor.

Comentários Comente

REDES SOCIAIS

Diário Popular - Todos os direitos reservados