Estilo
Mensagem importante

Cineasta brasileiro estreia produção em um dos maiores festivais de filmes infantis dos EUA

No filme, o garoto Eugene sofre todos os dias bullying de um grupo de valentões

13 de Janeiro de 2018 - 12h00 Corrigir A + A -
Produção Bullies acompanha garoto que sofre nas mãos dos valentões (Foto: Divulgação)

Produção Bullies acompanha garoto que sofre nas mãos dos valentões (Foto: Divulgação)

Annual KidFilm Family Festival, primeiro festival desse tipo e o maior evento de artes de mídia infantil nos Estados Unidos, contará com uma importantíssima conscientização sobre o bullying e a violência infantil. O filme Bullies, do brasileiro Daniel Bydlowski, estreia nesta 34ª edição do festival, que ocorre no dia 20 de janeiro, em Dallas.

Já foram apresentadas na mostra grandes produções de Hollywood como Kung Fu Panda 3, Uma aventura Lego, A Era do Gelo, O mundo dos pequeninos e outros. Este ano, o filme Bullies pretende trazer para a plateia a chocante realidade do bullying, que precisa ser combatida.

Bullies é um filme com uma proposta diferente dos outros já produzidos sobre o tema. Ele não tem como público principal pais e professores, mas sim os jovens e as crianças que sofrem e praticam o bullying.

Bydlowski também conduz a campanha Mais entretenimento, menos bullying para que outros jovens saibam que há apoio para o que eles estão passando, além de incentivar a educação contra esse tipo de agressão.

No filme, o garoto Eugene sofre todos os dias bullying de um grupo de valentões. Em uma das fugas para evitar o sofrimento da violência, ele encontra um esconderijo. Porém, para continuar nesse lugar, ele precisa desistir de outras coisas, como a sua família e as histórias em quadrinhos de que tanto gosta. Assim, Daniel demonstra artisticamente os conflitos causados pelo bullying. Bullies pretende mostrar para as crianças, que muitas vezes escondem o trauma, que não estão sozinhas e que podem contar com apoio de outros.

Comentários Comente

REDES SOCIAIS

Diário Popular - Todos os direitos reservados