Estilo
Música

Fruto de casa

Turnê realizada em espaços residenciais origina novo álbum da banda Apanhador Só

12 de Agosto de 2017 - 16h00 Corrigir A + A -
Projeto foi viabilizado através de crowdfunding e está disponível no site do grupo (Foto: Divulgação)

Projeto foi viabilizado através de crowdfunding e está disponível no site do grupo (Foto: Divulgação)

Com 15 canções, Meio que tudo é um, do Apanhador Só, estreou este mês em serviços de streaming e para download gratuito. Produzido pela banda, em parceria com o guitarrista e engenheiro de som Diego Poloni, o álbum foi financiado coletivamente. A pré-venda em CD pode ser acessada na loja on-line do trio [apanhadorso.com].

Obra coletiva, de pendor experimental, o disco reúne participações de expoentes da nova geração sul-americana, como as vocalistas Julia Ortiz e Lola Aguirre, do Perotá Chingó, o bardo Luiz Gabriel Lopes e os cantores e compositores Ian e Thiago Ramil.

Gravadas majoritariamente em uma antiga casa de madeira no Morro da Borússia, em Osório, entre novembro de 2016 e abril de 2017, as faixas têm mixagem e masterização feitas pela própria banda, com apoio do também engenheiro de som Felipe Tichauer.

Meio que tudo é um deriva da turnê nacional Na sala de estar, realizada em 2016. O disco e os shows são frutos de um crowdfunding que arrecadou mais de R$ 100 mil para que o trio se apresentasse em espaços residenciais por todo país.

Durante sete meses, os integrantes cumpriram uma agenda de 100 datas, em 25 cidades, a bordo de um carro e na companhia de um reboque adquiridos por meio da “vaquinha” do público. Após a experiência, o veículo foi vendido e a verba se transformou em caixa para a produção do terceiro álbum.

Reconhecimento internacional
Meio que tudo é um é o primeiro registro de inéditas do Apanhador Só desde Antes que tu conte outra, de 2013. Com o trabalho anterior, um dos discos nacionais mais elogiados pela crítica nos últimos anos, a banda recebeu indicação ao Grammy Latino e levou prêmios como APCA e Açorianos, sempre na categoria “melhor álbum popular”. Também rendeu ao grupo circulação no Brasil e no exterior.

Comentários Comente

REDES SOCIAIS

Diário Popular - Todos os direitos reservados