Investimento

Sanep investe em drenagem e infraestrura

Obras de drenagem serão na avenida Bento Gonçalves, entre Doutor Araújo e Alburquerque de Barros, e no Balneário Valverde, no Laranjal

11 de Junho de 2018 - 22h19 Corrigir A + A -
Ricardo Pestano planeja se mudar do local devido aos problemas com alagamentos.  (Foto: Jô Folha - DP)

Ricardo Pestano planeja se mudar do local devido aos problemas com alagamentos. (Foto: Jô Folha - DP)

O Sanep lançou nesta segunda-feira (11) novos editais para obras de drenagem e para a aquisição de veículos. Ao todo será investido R$ 1,5 milhão. O anúncio foi feito em uma cerimônia na 26ª Fenadoce. As obras contemplam a avenida Bento Gonçalves, entre Professor Araújo e o Parque do Sesi, além do balneário Valverde, no Laranjal. A compra de novos veículos foi justificada para estruturar departamentos e melhorar serviços da autarquia. As obras devem começar no segundo semestre deste ano.

Os investimentos devem pôr fim a um problema constante para quem vive na Bento e redondezas e atualmente precisa encarar o acúmulo de água para a rotina diária. Com as chuvas desta segunda, a água já se acumulava na altura da rua Professor Araújo. Moradores da região reclamam dos constantes problemas enfrentados devido ao mau escoamento da água. "Isso aqui vira um lago", conta Ricardo Pestano, 52. Ele planeja se mudar da casa onde mora, a poucos metros da avenida, devido ao transtorno. A água, nos dias de chuva, costuma invadir o hall de entrada de sua casa. Trabalhando na avenida, Sônia Schiavon, 38, passa por dificuldades para chegar no trabalho. Quando chove, precisa contornar a quadra e o fluxo de água em cima da calçada. "Fica com água até o degrau da loja. É impossível não molhar os pés", descreve.

Nas bocas de lobo era possível também enxergar pratos de plástico e lixo levado pela chuva, outro fator problemático na drenagem da cidade. Segundo uma trabalhadora de uma farmácia na esquina, nos dias de muita chuva até mesmo os contêineres de lixo ficam boiando no meio da rua.

Melhorias para o segundo semestre
Na Bento Gonçalves, a intervenção será pelo canteiro central. Atualmente, a drenagem subterrânea chega até a rua Professor Araújo. Após esta altura, a água deveria correr pela sarjeta. No entanto, com o acúmulo de chuvas, são constantes os alagamentos sobre as calçadas e dentro do comércio e das casas. Do local, a obra levará a drenagem até a rua Albuquerque de Barros, na região conhecida como Cerquinha, próximo ao Parque do Sesi. A água será destinada ao canal Santa Bárbara, através de um canalete próximo ao parque.

No Laranjal, o foco será na casa de bombas. Outros dois novos equipamentos, com capacidade de sugar 300 litros por segundo, serão instalados e será construído um novo fosso, com o triplo de capacidade do atual. O canal da rua Morro Redondo também receberá melhorias em obras da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag). Com isso, há previsão de melhora na drenagem do bairro. As duas obras, no Centro e no bairro, somam em torno de R$ 650 mil.

"Nosso foco é a água e, com estas obras e aquisições, vamos dar mais estrutura e suporte ao Sanep", avalia o diretor-presidente Alexandre Garcia. Criado na gestão de Garcia, o Departamento de Drenagem passa por uma estruturação. No ano passado, a autarquia fez a limpeza de diversos canaletes, o que amenizou o efeito das chuvas. Uma das retroescavadeiras será justamente para a limpeza de canais, com braço estendido para o serviço, e outra para o Departamento de Águas. Os caminhões são do tipo com cabine estendida, para carregar mais passageiros em serviços na rua. A facilidade destes veículos é a possibilidade de deslocar mais equipamentos, como o cortador de asfalto, por exemplo. As três caminhonetes serão uma para cada setor: uma para a eletromecânica, responsável pela manutenção de bombas, outro para o setor de suspensão e cortes de água e a terceira para o setor de tratamento de água. Hoje alguns destes veículos são alugados pela autarquia.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados