Copa do Mundo

Argentina leva 200 quilos de mate e constrói churrasqueiras em CT na Rússia

Três dias antes, 70 baús foram entregues no local da hospedagem

10 de Junho de 2018 - 17h02 Corrigir A + A -

Por Alex Sabino

BONNITSI, RÚSSIA (FOLHAPRESS) - Quando os jogadores da seleção argentina chegaram a Bronnitsi (55 km de Moscou) no sábado (9) à noite, estava tudo pronto no centro de treinamento da cidade. Até a mesa estava posta para o jantar. Três dias antes, 70 baús foram entregues no local da hospedagem. Era carga suficiente para a delegação se manter até onde espera chegar: a final da Copa do Mundo.

A maior preocupação dos atletas era a quantidade de erva para o mate, hábito entre argentinos e uruguaios. Foram enviados 200 quilos. Há quatro anos, no Brasil, foram 100 quilos, consumidos antes de terminar a fase de grupos. Novo carregamento teve de ser enviado de Buenos Aires para Vespasiano (37 quilômetros de Belo Horizonte), onde a delegação estava hospedada.

Comidas típicas dos jogadores tiveram a mesma quantidade usada em 2014: 50 quilos de guloseimas que engloba alfajores, doces de leite e caramelo.

A pedido da Associação de Futebol Argentino ( AFA) e com os recursos enviados pela entidade para reformar o centro de treinamento (cerca de R$ 3,6 milhões), foram construídas seis churrasqueiras. A carne virá da Espanha de acordo com a necessidade. Segundo a Associação, a seleção viajou para a Europa com 700 camisas (de treino e jogo) e 200 bolas.

Há itens personalizados, como mesas, cadeiras e até a cuia usada para tomar mate. Tudo com o símbolo da seleção. Na porta dos quartos, o símbolo comum em hotéis de "não perturbe" está o "no molestar, heroes em reposo" ("não perturbar, heróis em descanso", em espanhol).

Nos quartos duplos com vista para o rio Moscou, Messi está hospedado com seu melhor amigo na seleção: Sergio Agüero. Os dois já haviam ficado juntos há quatro anos. Os goleiros Caballero e Armani também são parceiros. Como são 23 atletas, um deles ficou sozinho na habitação. O escolhido foi o volante Éver Banega, no lugar do solitário e também volante Fernando Gago no Mundial no Brasil.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados