Música

De novo protagonista

Quarta edição do International Jazz Day celebra em Pelotas o mais livre dos gêneros

30 de Abril de 2018 - 10h31 Corrigir A + A -
Hoje. Evento migra do Mercado Central para o Parque Una. (Foto: Daniel Garcia)

Hoje. Evento migra do Mercado Central para o Parque Una. (Foto: Daniel Garcia)

Passou-se um ano e, ainda bem, chegou mais um International Jazz Day. A data, estipulada pela Unesco em 2011, será novamente comemorada em Pelotas neta segunda-feira (30), a partir das 17h, no Parque Una. Quatro bandas se apresentarão no evento que contará também com food trucks, barril de chope e jam session na noite do Porto Santo.

A edição 2018 quase não saiu, conta o baixista Gustavo Barbosa, um dos organizadores do evento. O motivo é o mesmo que faz secar ultimamente as iniciativas culturais bem-sucedidas na cidade: falta de apoio, tanto público quanto privado. Não havia patrocínios que a tornassem viável em Pelotas. Foi aí que surgiu o empresário Fabiano de Marco, responsável pelo empreendimento Parque Una. Ele bancou a proposta e o local sediará o International Jazz Day pelos próximos dois anos - e, pela primeira vez, os músicos participantes receberão cachê pelas apresentações.

Barbosa vê a quarta edição como “a consolidação dessa música tão interessante, em um evento cada vez mais forte.” Ele afirma que sempre notou o interesse da população, que pergunta e se mobiliza em relação ao evento. A crítica fica ao que vê como descompromisso das bandas, que, diz, aparecem apenas na hora de serem selecionadas, deixando a desejar quando o momento é da dura batalha por apoios e patrocínios.

Ao todo serão quatro shows. O primeiro do grupo rio-grandino Kiai, recente sucesso no jazz a partir do há pouco lançado disco Além. Apresenta-se também o Satolep Jazz, já figurinha carimbada - que bom - no evento. A Ilusionismo Sonoro, de Serginho da Vassoura e companhia, segue o line-up que se encerra com a banda uruguaia Mr Murphy. Os shows terão início às 17h. Haverá também, à noite, uma festa especial no Porto Santo em que o guitarrista Celso Krause fará jam sessiom, juntamente com seus sempre talentosos companheiros de música.

A quarta edição do evento terá também quatro foodt rucks: Botequim das Goordas, TopYoca, Taberna, Black Box Food e Uruguay Gourmet.

No evento também será vendido chope da cerveja Original Beer.

Baixo
Baixista, Barbosa destaca as particularidades que o instrumento que toca carrega, quando utilizado de maneira jazzista. “Faz ao mesmo tempo o trabalho percussivo, junto da bateria, e melódico. É tocado de maneira mais livre. Uma nota que em outros estilos pode ser considerada errada ou feia, para o jazz pode iniciar uma melodia mais interessante que aquela mais comum”, comenta ele - que toca baixo há 18 anos.

Serviço:
O quê:
International Jazz Day

Quando: nesta segunda, às 17h, no Parque Una e à meia-noite no Porto Santo

Onde: à tarde no Porto Santo (Benjamin Constant, 1.088) e à noite no Porto Santo (avenida Bento Gonçalves, 1048)

Ingressos:  no Parque Una a entrada é franca. No Porto Santo, os ingressos podem ser adquiridos no local


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados