Rubro-negro

Héverton na equipe titular do Brasil para o dia 17

Com passagem pelo Juventude, zagueiro é uma das armas do Brasil para a estreia no Campeonato Gaúcho, na próxima quarta

12 de Janeiro de 2018 - 11h30 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esportes@diariopopular.com.br

Uma das novidades do Brasil para 2018, o zagueiro Héverton largou na frente por uma vaga na equipe do técnico Clemer. Titular no jogo-treino diante do Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul, o atleta de 29 anos deve ser o companheiro de Leandro Camilo na quarta-feira, quando o Xavante fará sua estreia no Campeonato Gaúcho.

Por ironia do destino, a tabela aponta logo na primeira rodada o confronto com o Juventude, clube que o defensor vestiu a camisa de 2014 a 2016. “É um jogo para mostrar a cara do Gauchão, um campeonato difícil, bem disputado. Mas pelo lado do Brasil nós estamos dentro de casa e independentemente do adversário temos a obrigação de vencer. Vamos estar sempre procurando isso. O Juventude vem mostrando um crescimento nos últimos anos e isso só valoriza mais um bom jogo de estreia para dar motivação e confiança para a equipe”, disse Héverton. Apesar da identificação com o Papo, o jogador garante que vai comemorar caso marque gol no ex-clube. “Com certeza, agora sou vermelho e preto. Quem coloca comida na minha casa é o Brasil.”

Apesar do pouco tempo de clube, Héverton já sabe qual a maneira que o torcedor gosta de ver o Xavante atuar. “Acho que o Brasil em si já tem um perfil bem aguerrido, bem forte, principalmente quando joga em casa. Dividida tem que ganhar, bola aérea tem que ganhar, se impor fisicamente. Mas também tem que ter o estilo do Clemer, que gosta de trabalhar a bola. Acho que está tendo uma mescla boa e se conseguirmos unir essas duas características temos grande chance de formar uma grande equipe”, analisou.

Sonho alto
Um dos principais adversários do rubro-negro, principalmente nas primeiras rodadas, será o pouco tempo de preparação. Mas o zagueiro afirma que a equipe vai crescer durante o Gauchão. “Não vamos chegar na condição que gostaríamos. Tivemos um curto tempo de preparação, mas não podemos usar isso como desculpa. Sabemos que dentro da competição temos muito a crescer. No começo vai precisar de um pouco de superação, porque as coisas nem sempre vão sair como nós queremos.”

Otimista, Héverton aposta em um Brasil brigando pelas primeiras colocações no Campeonato Estadual. “Não só pelo Novo Hamburgo ano passado (que conquistou o Gauchão), mas sempre que o Brasil entra nas competições é para buscar o título, chegar lá na frente, e esse ano não vai ser diferente. Tudo bem que agora somos mais visados, mais cobrados, mas não é por isso que vamos carregar um peso desnecessário. Vamos entrar com os pezinhos no chão, trabalhando, simplificando tudo, mas buscando o título também”, finalizou.

Treinos
Em reta final de preparação para a estreia no Campeonato Gaúcho, o grupo xavante estará de folga nesta manhã e volta aos trabalhos na parte da tarde, quando o técnico Clemer deve comandar um trabalho tático na Arena Marini.

Alteração
A FGF anunciou ontem que dois jogos do Brasil mudaram de data. A partida contra o Grêmio será às 21h45min do dia 7 de fevereiro, na Arena, enquanto o duelo diante do São Paulo está confirmado para as 19h30min do dia 10 de fevereiro, no Aldo Dapuzzo.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados