Clima

Vento e chuva forte continuam neste sábado

No Uruguai, as águas baixas surpreenderam a população num fenômeno que não se registrava há décadas

12 de Agosto de 2017 - 09h27 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Arroio Chuí recuou neste sábado (Foto: Jorge Alex)

Arroio Chuí recuou neste sábado (Foto: Jorge Alex)

A situação na praia do Hermenegildo (Foto: Jorge Alex)

A situação na praia do Hermenegildo (Foto: Jorge Alex)

Chove em Pelotas desde quinta-feira à noite. De acordo com a Defesa Civil, a situação está sob controle, uma vez que a incidência não é alta a ponto de causar maiores transtornos. São esperados 35 milímetros de chuva para este sábado (12), com variação de temperaturas entre 12ºC e 21ºC na cidade.

A MetSul alerta que o vento vai continuar forte a intenso no restante do Rio Grande do Sul. Segue o tempo muito ventoso na costa com rajadas de 70 a 90 quilômetros por hora, mas, localmente, superiores. O mesmo, em menor grau, será comprovado no interior gaúcho.

Em mar aberto, as condições se apresentam muito perigosas para navegação com risco de naufrágio de pequenas embarcações. Nas orlas prossegue a ressaca.

O vento persistirá forte em várias regiões ainda no domingo. Em Pelotas, o volume de chuva durante o Dia dos Pais deve aumentar para 60 milímetros, conforme o Climatempo.

No Hermenegildo, a foz do arroio Chuí secou devido ao recuo do vento. O coordenador da Defesa Civil de Santa Vitória do Palmar, Jorge Alex, diz que a ação natural foi inusitada. "O vento recuou e o mar levou areia para dentro do arroio", explica.

Uruguai
No país vizinho, o Uruguai, o cenário é mais grave, principalmente na região entre Montevideo e Maldonado. As águas baixas surpreenderam a população num fenômeno que não se registrava há décadas. Logo espelhou-se o boato de tsunami, que foi prontamente descartado pelos meterologistas.

Imagens do recuo da água na orla de Punta del Este foram amplamente divulgadas nas redes sociais. Nos vídeos é possível observar os vários metros em que o mar recuou, deixando vários barcos encalhados. A expectativa é de que a partir da tarde deste sábado o nível volte ao normal.

Resgate
A embarcação pesqueira que vinha de Santa Catarina com sete tripulantes permanece desaparecida desde a madrugada de sexta-feira. O destino final era Rio Grande.

Com um navio e duas aeronaves, a Marinha segue com patrulha durante este sábado. Não há alterações no caso.



Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados