Comércio

Sindilojas projeta mais 2,8% em vendas para pais

Venda de ferramentas e confecções devem ser as áreas mais consumidas

11 de Agosto de 2017 - 13h12 Corrigir A + A -
Lojistas esperam pelas vendas do fim de semana para atingir a expectativa

Lojistas esperam pelas vendas do fim de semana para atingir a expectativa

A venda de ferramentas deve puxar o tíquete médio da comercialização de presentes para o Dia dos Pais, comemorado neste domingo, para R$ 128,00, segundo levamento feito pelo Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas) de Pelotas. Em relação ao ano passado, a projeção é de um aumento nas vendas de 2,8%, de acordo com o presidente Gilmar Bazanella.

Os presentes mais procurados têm sido as confecções e as ferramentas, seguidos pelos calçados e os perfumes, segundo o mesmo levantamento. Na hora de pagar, 54% dos consumidores têm preferido os cartões de crédito, ficando o restante com pagamentos à vista, usando dinheiro ou cartões de débito.

Embora o momento não ajude a incrementar as vendas, em razão dos aumentos de custos a partir dos reajustes dos preços dos combustíveis, a expectativa dos lojistas ainda se mantém positiva, avalia Bazanella. Sem qualquer euforia, o mercado está se comportando adequadamente à realidade, explica. Até ontem, as vendas estavam no mesmo patamar do ano passado, no entanto.

Segundo dados da pesquisa Boa Vista SPC, a maioria dos consumidores (23%) alegava falta de condições financeiras para a compra do presente do pai, enquanto 18% apontavam a necessidade da contenção de despesas no momento econômico atual.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados