Série B

Adversário em crise

Com os mesmos 17 pontos do Brasil, Paraná vive momento ainda mais instável que o Xavante ao demitir o técnico Cristian de Souza e deve perder o volante Gabriel Dias

17 de Julho de 2017 - 11h38 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

O ex-Xavante Brock é o capitão do time (Foto: Divulgação - DP)

O ex-Xavante Brock é o capitão do time (Foto: Divulgação - DP)

Diferentemente do técnico Rogério Zimmermann, Cristian de Souza, ex-Fragata, não resistiu ao desempenho e aos resultados das últimas rodadas. O técnico do Paraná, adversário do Brasil nesta terça às 19h15min pela 15ª rodada da Série B, acabou demitido após o time estar a três jogos sem vencer e tendo somado apenas uma vitória nas últimas seis partidas. O tricolor paranaense deverá enfrentar o rubro-negro ainda sem técnico. Outra baixa pode ser o volante Gabriel Dias, que foi vendido pelo Palmeiras para o futebol português.

O desempenho é semelhante ao do Brasil na Série B. Uma equipe irregular e que vem de resultados ruins. O Xavante chega no estado paranaense após ser derrotado em casa pelo Figueirense e manter-se com 17 pontos. Está em 13° lugar a um ponto do 17° Luverdense, primeira equipe na zona de rebaixamento, tendo apenas 40,5% de aproveitamento e a segunda pior defesa da competição, com 22 gols sofridos. O Paraná tem o mesmo número de pontos e o mesmo aproveitamento. A diferença é uma vitória a menos - 5 do Brasil e 4 dos paranaenses - e uma defesa mais eficiente. Em contrapartida o ataque xavante é mais efetivo. Marcou 16 vezes contra 12.

Incógnita
O foco da direção do Paraná é acertar com um técnico o mais rápido possível. Até o fechamento desta edição o clube paranaense não havia anunciado ninguém. O próximo comandante não terá muitos reforços. Pelo contrário, deve perder o principal jogador da equipe. O volante Gabriel Dias pertence ao Palmeiras. O time paulista está acertando a venda do volante para o Moreirense, de Portugal, que fará um contrato de três anos com o jogador. Na última rodada, perdeu de 2 a 0 para o Oeste fora de casa. O Paraná não vence há três partidas.

Quem irá comandar o Paraná no estádio Durival Britto é o auxiliar técnico Mateus Costa. Como não tem nenhum desfalque a tendência é a manutenção do time que perdeu para o Oeste: Richard; Cristovam, Rayan, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela, Gabriel Dias, João Pedro e Renatinho; Robson e Alemão. Um dos destaques do time é o ex-rubro-negro Brock. No Tricolor ele atua como zagueiro e é capitão da equipe.
Xavante

Rogério Zimmermann terá o desfalque de Wagner. O meia está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. A expectativa é de que Cassiano tenha seu nome publicado no BID ainda hoje e possua condições de estrear. Podendo ser o substituto do camisa 11. Outra possibilidade é Nem entrando no lado esquerdo da linha de meio-campo. Assim, Marcinho seria deslocado para a direita. William Ribeiro e Juninho também são alternativas.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados